top of page
  • Foto do escritorValeska Petek

Comunicação no Trabalho: 4 formas de melhorar a sua


⚙ Um Engenheiro de Produção precisa implementar mudanças, mas enfrenta resistência dos funcionários responsáveis por esses processos;


💰 Um profissional de Finanças tem um projeto incrível, mas não consegue vender a ideia de que ele merece sair do papel;


💼 Um Vendedor tem uma tarefa difícil pela frente, pois o maior cliente da empresa quer negociar um desconto muito além do que ele está autorizado a fornecer.


Se você já enfrentou algum desafio parecido com esses no trabalho, este artigo é para você. Vem comigo! 👇🏻


1) EXERCITE SUA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL: RAZÃO E EMOÇÃO ANDAM JUNTAS 🧠🤍


A ideia de que não podemos transparecer nossas emoções em um ambiente de trabalho não é realista. Como seres humanos, há uma diversidade de sentimentos que vêm à tona: uma reunião entediante, uma negociação conflituosa, uma preocupação com algo pessoal que precisa ser feito após o expediente, o medo de ser demitido, uma ânsia por ser promovido... são muitas variáveis. Agora, imagine conviver em um ambiente (físico ou virtual) em que haja outras pessoas, cada uma com sua própria "bagagem" de emoções.


Ao mesmo tempo, isso não significa que devamos expressar tudo o que sentimos sem critérios, claro. Daniel Goleman descreve inteligência emocional como a "capacidade de identificar nossos próprios sentimentos e dos outros, de nos motivarmos e gerirmos os impulsos dentro de nós e em nossos relacionamentos".


Dessa forma, mesmo em um contexto de conversas difíceis (também chamadas de conversas cruciais), é fundamental encontrarmos um caminho do meio. A ideia é expressarmos nossas ideias (e emoções), falando o que precisa ser dito e, ao mesmo tempo, ter bons relacionamentos.


2) TENHA EMPATIA: O "OUTRO" NÃO É TÃO DIFERENTE DE VOCÊ 👩👱


Cada um de nós é o resultado da união de muitas "peças", vindas de nossas próprias experiências (profissionais e pessoais) e do convívio com outras pessoas (como nossos pais, avós, irmãos, relacionamentos amorosos, entre outros). Assim, por um lado, é fundamental lembrar que somos diferentes. Em um contexto de trabalho, essa diversidade é o grande tesouro de um bom resultado, afinal, pessoas que pensam da mesma maneira não agregam tanto nos projetos, pois tendem a fazer as mesmas coisas.


Por outro lado, somos muito parecidos: aquele colega de trabalho que está tendo um dia difícil tem emoções muito parecidas com as que nós temos em nossos dias difíceis: frustração, impaciência, ansiedade... quem nunca?


É aí que entra a empatia.


Não é fácil enxergar uma situação pelos olhos de outra pessoa (nos colocarmos no lugar dela). É complexo. Ao mesmo tempo, é simples se soubermos escutar ativamente, em vez de já formular uma resposta enquanto ouvimos.


Sobre a temática, Marilisa Bertolin (relações-públicas com foco em comunicação organizacional, assessora e consultora de relacionamento institucional), enfatiza:

"É essencial ouvir sem julgar, sem esperar que o outro seja como nós ou como desejamos que ele seja. Vale refletir: você realmente sabe ouvir? E, ao falar, sua mensagem está chegando para o outro como você deseja?"

Saber se comunicar é fundamental para nossa sobrevivência e sucesso, em especial no mundo corporativo, e a empatia é um elemento essencial para fortalecer nossas relações no trabalho.


3) A PERSUASÃO É CONSTRUÍDA: INVISTA NO RELACIONAMENTO COM SEUS ALIADOS 🤝😉

Ao pensar em trabalho em equipe, por mais que façamos parte de uma, ainda é comum termos em mente a figura de um líder, como um "capitão do time": aquele que vai dar as diretrizes para serem executadas. Nesses casos, muitas vezes a tendência é querer “apenas” realizar o que foi mandado.


Essa estrutura está ultrapassada, pois atualmente temos uma porção de líderes dentro do mesmo grupo, ou seja, pessoas com opiniões próprias, e que, se não forem convencidas de que aquela é a melhor solução, provavelmente não irão se comprometer com o esperado.


Quando se trata de influência, Aluísio Silva Jr (relações-públicas com foco em gerência política e governabilidade), destaca:

"É necessário engajar todos os envolvidos (também chamados de stakeholders). Eles não querem apenas ser infomados, eles querem fazer parte do debate, da construção da solução de uma crise ou até mesmo da criação de uma política dentro da empresa".

Liderança é menos sobre ter poder sobre seus liderados e mais sobre ter alianças para alcançarem os resultados desejados em conjunto.

4) SEJA ASSERTIVO: A COMUNICAÇÃO CLARA PROMOVE A COLABORAÇÃO ENTRE AS PESSOAS, REDUZINDO CONFLITOS E RETRABALHO💬🎯


Toda comunicação no ambiente de trabalho tem uma intencionalidade, uma expectativa de comportamento ou ação. Por isso é fundamental que a troca de informação seja realizada com clareza e objetividade, para que as pessoas compreendam com facilidade o que se espera delas e como elas podem contribuir para os resultados esperados.


Mas não se trata de um processo exclusivamente técnico – a comunicação acontece entre as pessoas e, nesse sentido, compreender os relacionamentos existentes e como eles impactam no falar e ouvir no exercício das funções de cada um, também é trazer eficiência para os processos de comunicação.


Sobre a assertividade, Fernanda de Almeida (doutora em comunicação, professora e consultora em Relações Públicas e Marketing) reforça:

“Trazer assertividade para a comunicação entre as pessoas, estimula a colaboração, faz o trabalho fluir melhor, de forma mais eficiente e, principalmente, com mais leveza para todos.”

5) DICA EXTRA: CONTE COM ESPECIALISTAS PARA ACELERAR SEU DESENVOLVIMENTO 🚀

Estão abertas as inscrições para o curso Comunicação no Trabalho. São 10 horas de conteúdo ao vivo comigo (Valeska Petek) e os especialistas Marilisa Bertolin, Aluísio Silva Jr e Fernanda de Almeida.



Os assinantes desta newsletter tem 10% de desconto por minha conta! 😉 Basta informar o cupom DESCONTODAVALESKA. Corra aqui e aproveite essa oportunidade, te espero! :)


O que fazer agora?


-

Artigo publicado originalmente aqui.

Comments


bottom of page